Receita Federal faz homenagem a dirigentes do Codefoz

Receita Federal homenageará lideranças de Foz
20 de novembro de 2018
Inauguração da ampliação do pátio do Porto Seco de Foz do Iguaçu
23 de novembro de 2018

Receita Federal faz homenagem a dirigentes do Codefoz

Em solenidade nessa terça-feira, 20, a Receita Federal celebrou seus 50 anos e a consolidação da unidade de Foz do Iguaçu como alfândega com homenagens a pessoas que contribuíram para a trajetória do órgão. Lideranças da sociedade civil, gestores e servidores receberam medalha comemorativa.

O presidente do Codefoz (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social), Mario Camargo, e o membro do Conselho Consultivo e primeiro presidente da entidade, Danilo Vendruscolo, receberam o reconhecimento pela parceria e o trabalho em conjunto com a Receita Federal.

O empresário e conselheiro da ACIFI Fábio do Prado, o juiz federal Rony Ferreira e o procurador da República Alexandre Porciúncula também receberam a honraria. Ex-delegado da unidade em Foz, Mauro de Brito foi reconhecido pelo trabalho de erradicação dos comboios de ônibus de contrabando, que atuaram na fronteira entre 1995 e 2004.

Para Mario Camargo, a parceria das instituições representativas da sociedade civil com a Receita Federal foi decisiva no combate ao contrabando e no fim dos comboios de ônibus. Como efeito, Foz do Iguaçu fortaleceu a vocação turística e expandiu o comércio internacional.

“A prática dos comboios de ônibus de contrabando e muamba era prejudicial para a cidade”, relembrou Camargo. “Compramos essa briga junto com a Receita Federal, e hoje Foz tem muitos investimentos, reduziu a criminalidade e se tornou uma cidade turística de fato”, enfatizou.

Histórico

A Receita Federal do Brasil foi criada em 20 de novembro de 1968. A atuação do órgão na cidade é anterior à criação oficial do município e remonta ao ano de 1905, sob a forma de mesa de rendas. Em 2018, a delegacia foi elevada à condição de alfândega, status obtido por somente outras duas unidades em todo o país.